Fundação Municipal de Cultura Monsenhor Chaves
Teresina, 22 de Outubro de 2017
  • 2ae47ccb79

Você está em » Destaques

Salve Rainha contempla a figura da mulher neste domingo (01)

28/09/2017 - 10h09
karina

Reinventando os espaços urbanos de Teresina, antes considerados esquecidos pela população, o coletivo Salve Rainha ocupa um novo local: a Praça Saraiva. O evento traz neste domingo (01) a partir das 16h, a coroação da Temporada Primavera com a Rainha das Flores, onde a figura da mulher ganha destaque.

 

A Rainha das Flores marca o início de tudo, da primeira ocupação que foi intitulada de Ensaios de Primavera em 2014. Esse tema remete ao ciclo da vida, fertilidade, fragilidade e força que se contrapõe nos seres.

 

De acordo com o presidente da Fundação Municipal de Cultura Monsenhor Chaves, Luis Carlos Alves, o Salve Rainha é um evento que reúne em um único espaço diversos segmentos de arte. “Além do palco, tem as exposições, feira, ensaio fotográfico e muito mais. O Coletivo reúne o que é a cultura em um único local e nós da FCMC estamos sempre apoiando quem faz e valoriza a cultura local”, disse.

 

Uma das atrações deste domingo será Karina Buhr, cantora, compositora, ilustradora, percussionista, poeta e atriz que sobe ao palco teresinense com o Sarau Desperdiçando Rima, espetáculo de poesia e música baseado no livro homônimo. Fora a atração nacional, o coletivo traz como de costume a galeria e feira sobrenatural, a roda de conversa Salve Todas!Viemos Devolver Suas Flores, e as atrações musicais Dubben, Monise Borges e banda.

 

 

Salve Rainha

 

Completando três anos, o coletivo ocupa em 2017 a maior praça de Teresina, a praça Saraiva, onde a cidade começou a ser construída. O local foi escolhido por toda sua riqueza cultural e histórica, a fim de valorizar o que a cidade oferece e com o objetivo de reviver o lugar com novas histórias.

 

O período de ocupação da Temporada de Primavera acontece em uma sequência de 4 domingos, se dividindo em uma Rainha por semana. O grande objetivo das ocupações é pensar na manutenção dos locais escolhidos, criando ambientes sociais de interação.

 

O grupo já passou pela Praça Ocílio lago, Calçadão da Rua Simplício Mendes, Rua Climatizada, antiga Sede da Câmara Municipal, região abaixo da Ponte Juscelino Kubitschek (na margem da Av. Marechal Castelo Branco e Parque da Cidadania. Foram mais de 140 atrações musicais, mais de 240 exposições artísticas e 220 microempreendimentos, mais de 3000 pessoas por domingo.