Fundação Monsenhor Chaves abre edital para 9º Concurso de Músicas Carnavalescas

Com o objetivo de revitalizar a tradição dos antigos carnavais nos salões de festas e ruas da cidade, a Prefeitura de Teresina, através da Fundação Municipal de Cultura Monsenhor Chaves (FMCMC), está com edital aberto para o 9º Concurso de Músicas Carnavalescas. As inscrições acontecem até o dia 24 de janeiro e a primeira etapa será realizada na rede social Instagram.  O evento será realizado no dia 09 de fevereiro, a partir das 17h, na Ponte Estaiada, dentro do The Vejo na Ponte.

De acordo com Paulo Dantas, gerente de promoção cultural da FMC, a ideia de ter inscrições pelo Instagram é facilitar para os compositores e intérpretes, além de aproximar o evento do público local. “Nosso objetivo é aproximar os talentos da população, que está cada vez mais presente nas redes sociais, além de facilitar para os compositores”, afirma o gerente.

Na primeira etapa os interessados devem publicar o vídeo de música autoral em seu Instagram, aberto ao público com a hashtag #carnavalfmc2020, seguir e marcar o perfil da FMC (@cultura_the). O vídeo postado deve ter em sua descrição o nome do intérprete e compositor e deve ser gravado por quem irá interpretar a canção no dia 09 de fevereiro. Os vídeos devem ser objetivos, tendo como foco a canção e a interpretação e deverão ser postados no feed ou IGTV.

Após essa etapa será realizada uma triagem pela Comissão de Seleção, onde serão selecionados até 20 vídeos que serão postados no Instagram da Fundação e os dez mais curtidos irão se classificar para a etapa final/presencial do 9º Concurso de Músicas Carnavalescas de Teresina.

Os classificados deverão comparecer à sede da FMC com os documentos para realizar a inscrição e confirmar a participação na etapa final. Os documentos necessários são: RG e CPF, comprovante de residência atualizado, cinco cópias da letra da música selecionada com nome dos compositores e intérpretes, ficha de inscrição (anexo no edital) e release dos compositores.

Cada concorrente poderá inscrever até duas músicas, sendo duas solos ou uma solo e uma parceria ou duas parcerias. As músicas deverão ser inéditas, não gravadas comercialmente, não ter sido participantes de outros festivais nem divulgadas em meios de comunicação até a data de sua inscrição, sob pena de desclassificação.

 

Confira aqui o edital

Prefeitura de Teresina lança edital para Rainha Trans do Carnaval 2020

Atuando com representatividade no Carnaval 2020, a Prefeitura de Teresina, através da Fundação Municipal de Cultura Monsenhor Chaves (FMC), abre edital para o concurso de Rainha Trans.

Para se inscreverem, as candidatas travestis e transexuais com identidade de gênero feminino, vivência e nome social, devem ter mais de 18 anos e se dirigirem até a sala do Conselho Municipal da População LGBT, situado na Rua Coelho Rodrigues, Centro, no edifício CENAJUS. As inscrições vão até o dia 31 de janeiro, podendo ser realizadas de segunda a sexta-feira, das 8h às 13h, exceto fins de semana e feriados.

O Concurso Rainha Trans tem o intuito de reforçar o compromisso do município com os direitos das pessoas que compõem a comunidade LGBTQ+.  “O Carnaval é a maior festa do país e mostra toda a diversidade do nosso povo. As majestades têm como papel de representar o público, por isso temos o dever de torná-la inclusiva”, diz Luís Carlos Alves, presidente da FMC.

O edital está disponível no site da FMC [fcmc.teresina.pi.gov.br] e no site da Prefeitura de Teresina [teresina.pi.gov.br]. A princípio será feita uma pré-seleção, que ocorre dia 05 de fevereiro no Conselho LGBT, para a escolha de 10 candidatas que disputarão o prêmio no valor de R$ 5.000,00. O concurso e coroação acontecem dia 07 de fevereiro no IATE Clube de Teresina. A vencedora será eleita por uma banca composta por profissionais escolhidos pela Comissão Organizadora do Carnaval (COC) das mais diversas áreas correspondentes ao Carnaval.

Para as inscrições, as candidatas devem apresentar cópias da Carteira de Identidade, CPF, comprovante de endereço, número de celular ativo, número do PIS/PASEP ou NIT, número da conta bancária e foto promocional da candidata.

Confira aqui o edital.

Corso acontece dia 15 de fevereiro com segurança reforçada

O maior desfile de carros enfeitados do mundo já tem data para acontecer em Teresina, abrindo alas para a maior festa popular brasileira. É o Corso do Zé Pereira, que será realizado dia 15 de fevereiro na Avenida Raul Lopes, a partir das 16h. Os preparativos para a festa já começaram com uma reunião para tratar da segurança do evento, um dos principais pontos trabalhados pela organização.

Promovido pela Prefeitura de Teresina por meio da Fundação Monsenhor Chaves, o evento foi consagrado como o maior do planeta, segundo o livro Guinnes Book, em 2012, registrando a marca de 343 veículos decorados no desfile, recorde que consta na publicação até hoje. Além dos carros enfeitados, o evento conta com milhares de pessoas fantasiadas, bandas espalhadas pelo percurso, além de muita alegria e irreverência resgatando a tradição dos antigos carnavais.

Para garantir uma festa ainda melhor a cada ano, um dos pontos de maior preocupação é com a segurança do evento. Para isso, foi realizada uma reunião na manhã desta quarta-feira, 8, entre representantes da FMC e da Polícia Militar, que reforçou a parceria tanto para o corso como para o carnaval.

Para o presidente da FMC, Luis Carlos Alves, o encontro é de grande importância, pois a cada edição, alguns pontos são melhorados, o que tem diminuído consideravelmente a quantidade de problemas de segurança. “Teremos várias concentrações de blocos e viemos solicitar o empenho para manutenção da ordem pública. Com certeza teremos um corso e um carnaval com muita tranquilidade, com os órgãos de segurança pública participando, principalmente a Polícia Militar. Está sendo tudo encaminhado como a FMC planeja e um dos pontos principais é a segurança. E teremos ainda outras reuniões com outras entidades para tratar de outros pontos para que o carnaval seja ainda melhor”, destaca.

O coronel Lindomar Castilho, comandante Geral da Polícia Militar no Piauí, reforça o apoio da instituição para os eventos e garante empenho total para garantir uma festa ainda mais tranquila em 2020. “Vamos iniciar uma preparação para o corso. É uma parceria de sucesso e a cada ano está ainda melhor. Esse não vai ser diferente e estaremos com força máxima, garantindo a segurança para cada folião, para cada pessoa que possa procurar aquele local para se divertir. Então, a Prefeitura de Teresina e o Governo do Estado estarão lá com a Polícia Militar nessa parceria que beneficia o cidadão”, frisa.

Dia Nacional da Fotografia: a arte de encantar com luz e contraste

Em tempos de fotografias instantâneas feitas em aparelhos celulares, muitas técnicas usadas por fotógrafos, como a revelação de imagens em filmes negativos, foram deixados de lado. Apesar disso, guardar imagens em álbuns de fotografia ainda é um prática popular que faz dessa arte um importante instrumento de memória, além de uma grande forma de expressão artística. Neste dia 8 de janeiro, os fotógrafos e amantes dela celebram a chegada da primeira câmera fotográfica no Brasil, em 1839.

 

A história conta que essa arte surgiu da integração de vários processos e conceitos, como a ideia da câmara escura desenvolvida por Giovanni Batista della Porta, até chegar na fotografia que conhecemos hoje. Por consequência das lentes objetivas e pelos olhares curiosos e apurados dos fotógrafos, a fotografia é considerada uma das maiores invenções da modernidade.

 

Hoje, encontramos em cada esquina um estúdio de fotografia, mas, no passado, quem dominava essa arte eram os grandes profissionais de lambe-lambe que ocupavam as praças de Teresina. Na época, a técnica usada por esses fotógrafos era lamber as fotos a fim de identificar se ainda restava algum resquício do sal fixador usado no momento da revelação.

 

“Eu lembro de ir ao centro para tirar os retratos. Eu sentava em um banco na frente do fotógrafo, esperava um tempinho e saia com a foto na mão. Parecia mágica o que eles faziam naquela máquina”, relembra a aposentada, Maria do Socorro, de 69 anos.

 

Atualmente, os processos de revelação simplificaram e para capturar uma imagem, basta possuir um aparelho celular com essa funcionalidade. Entretanto, os profissionais dessa área trabalham bastante o olhar para realmente fazerem uma fotografia, ou seja, escreverem com a luz e dela fazerem arte.

 

Em 2019, a Prefeitura de Teresina por meio da Fundação Municipal de Cultura Monsenhor Chaves (FMC) realizou o Fotografe Teresina 167 anos. O concurso tinha como propósito dar visibilidade para os trabalhos fotográficos realizados por profissionais e amadores. Além desse, há muitos outros projetos de incentivo a produção fotográfica, bem como oportunidades para exposições nos espaços culturais da cidade.

“Vivemos rodeados de imagens e quando desenvolvemos projetos como o Fotografe Teresina 167 Anos queremos dar visibilidade a esses artistas mostrando para as pessoas como o mundo pode ser observado e retratado por meio de diversas perspectivas”, diz Abiel Bonfim, superintendente da FMC.

 

O fotógrafo profissional e designer, Jairo Moura,  possui na carreira inúmeros trabalhos artísticos-documentais. Através de suas lentes, ele retrata a realidade e a transforma em arte. “Fotografia para mim é eternizar momentos e mostrar o mundo através da minha percepção”, afirma.

 

Seja através dos álbuns de família, das antigas cabines fotográficas, dos 3×4, dos lambe-lambe, dos filmes negativos ou pela foto colorida, todo mundo possui uma memória referente a arte da fotografia. Dessa forma, neste 8 de janeiro, a homenagem poderia ser por meio de uma imagem para ficar guardada para a eternidade, mas, através desse texto, registramos a importância dessa arte e de seus artistas para a humanidade. Repitam comigo: xisss!

Festa do Dia de Santos Reis leva tradição e regionalismo para o Parque da Cidadania

Marcando o encerramento do ciclo natalino, a Festa de Dia de Santos Reis, realizada nesse domingo (05), celebrou a tradição cristã com apresentações musicais do Grupo Candieiro do Forró e da banda Valor de Pi, além de espetáculo com o grupo Reisado Reis de Ouro.

A festa popular promovida pela Prefeitura de Teresina, por meio da Fundação Municipal de Cultura Monsenhor Chaves (FMC), celebrou o regionalismo e as crenças cristãs com o colorido das fantasias e muito forró que evidenciaram a cultura popular. “Resgatamos essa tradição do reisado para mostrar para as pessoas a origem dele, trazendo o lado cristão e ainda o enriquecimento dessa cultura com as características nordestinas”, diz Wellington Sampaio, coordenador de cultura popular da FMC.

Comemorado no dia 6 de janeiro, o Dia de Santos Reis ou Dia de Reis surgiu da tradição católica que narra a visita dos três reis magos (Gaspar, Belchior e Baltazar) durante o nascimento do menino Jesus Cristo. A festa, introduzida por Portugal no período colonial, é feita por um grupo de músicos e dançarinos fantasiados que percorrem as ruas das cidades e até propriedades anunciando o nascimento do Messias.

Sendo uma das mais folclóricas do país, a celebração foi marcada pelas tradições ancestrais que levaram muita animação ao público presente. Com pequenas encenações intercaladas com a execução de peças e batalhas, os personagens que representavam seres fantásticos humanizados, chamados de “caretas”, tomaram conta do Parque da Cidadania e encheram a plateia energia.

“A festa foi maravilhosa! Espero que se repita todos os anos com essa mesma animação. Fico feliz porque sinto que aos poucos estamos resgatando a dança de reis, o reisado em geral”, afirma com entusiasmo Solange Lustosa, professora que acompanhava as apresentações.

A noite encerrou com a apresentação da banda Valor de Pi. Comandada por Vagner Ribeiro, o grupo levantou o público com um forró bem arretado e contagiante. Jovens e adultos deram as mãos e comemoraram a riqueza da cultura nordestina. No palco, além da banda, Maria Eduarda, de apenas 3 anos, fez a festa do início ao fim da apresentação. “Eu gostei muito”, comenta.

Carnaval de Rua: É dada a largada para os blocos carnavalescos de Teresina

O carnaval de rua de Teresina já virou tradição e vem conquistando o coração do público. Visando fortalecer a cultura popular mais festejada do país, a Prefeitura de Teresina, através da Fundação Municipal de Cultura Monsenhor Chaves (FMC) está com inscrições abertas para a seleção de projetos carnavalescos. Ao todo, serão escolhidos 26 projetos.

Quando o ano se inicia, a folia se espalha pela cidade. As ruas são tomadas pelos blocos e as pessoas se vestem de alegria para entrar no clima da festa. Os blocos de carnaval já fazem parte do calendário cultural de Teresina e cada um possui sua particularidade, promovendo diversão para todos os gostos.

“Temos notado que o Carnaval de rua de Teresina tem movimentado bastante o cenário cultural da cidade. As pessoas estão mais participativas na folia feita pelos blocos e por isso estamos incentivando cada vez mais os projetos carnavalescos que só enriquecem a tradição da nossa festa”, destaca Abiel Bonfim, superintendente da FMC.

Os blocos de rua carregam a história do Carnaval de Teresina. Ao longo dos anos, os grupos  vem se organizando e mantendo vivo o costume de curtir a folia nas ruas e avenidas da cidade. De norte a sul da capital, o folião consegue encontrar blocos carnavalescos, sejam os clássicos ou os novos, reunindo milhares de pessoas para a festa.

Representando uma manifestação da cultura popular que perpassa gerações, o bloco Vaca Atolada realizado no bairro Matinha, Zona Norte da cidade, é um dos maiores blocos de Teresina e possui mais de 30 anos de existência.

“O carnaval de Teresina cresceu muito. Hoje, o Vaca Atolada é referência na cidade. Você consegue ver a multidão de gente que acompanha o percurso do bloco e isso é gratificante”, afirma Daniel Borges, diretor do Vaca Atolada.

Com o intuito de incentivar mais ainda essa atividade cultural, a FMC está com as inscrições abertas para seleção dos projetos carnavalescos. Os interessados deverão preencher a ficha de inscrição, disponível no protocolo da FMC/PMT com todos os anexos exigidos.

As inscrições vão até o dia 17 de janeiro, com exceção dos domingos e feriados, no horário de 7h30 às 13h. Para mais informações, consulte o edital.

Carnaval 2020: FMC divulga edital para seleção de blocos carnavalescos

A época mais agitada e colorida do ano está chegando e, visando contribuir para o fortalecimento das atividades culturais do carnaval 2020, a Prefeitura de Teresina, através da Fundação Municipal de Cultura Monsenhor Chaves (FMC), divulga o edital público para seleção de projetos carnavalescos. Com um incentivo de R$ 140 mil, as inscrições começam nesta terça-feira (17). Ao todo, serão escolhidos 26 projetos de blocos.

Segundo o edital de chamamento público, os interessados deverão preencher a ficha de inscrição, disponibilizada no protocolo da FMC/PMT, com todos os anexos exigidos no documento. As inscrições ocorrem até 17 de janeiro, exceto domingos e feriados, no horário de 7h30 às 13h.

 

Os projetos inscritos serão selecionados por meio de uma Comissão de Seleção, cuja função consiste em verificar o conteúdo de acordo com os critérios estabelecidos no edital. Também será levado em consideração a distribuição regional dos projetos contemplados pelas zonas e vários bairros da cidade. Em caso de descumprimento, serão vetados aqueles que já tenham participado de alguma das instituições proponentes nos últimos dois anos e/ou estejam litigando judicial ou administrativamente com algum dos proponentes inscritos.

 

Após seleção, os blocos serão divididos em três categorias relacionadas aos seus tamanhos. Serão até 10 blocos de Pequeno Porte (a partir de 1000 até 1499 integrantes), que receberão R$ 3 mil; até 10 blocos de Médio Porte (de 1500 até 1999 integrantes; que receberão R$ 5 mil e; até 6 blocos de Grande Porte (acima de 2000 integrantes, que receberão um apoio de R$ 10 mil. O resultado será divulgado no dia 28 de janeiro.

 

Para Paulo Dantas, gerente de promoção cultural da FMC, o apoio financeiro dado pela Prefeitura de Teresina contribuirá para o desenvolvimento artístico-cultural da cidade, além de engrandecer essa festa que já faz parte do calendário de atividades. “O Carnaval de Teresina é, sem dúvida, um evento que já conquistou o coração de todos os piauienses e, para o ano que vem, queremos fazer uma festa que levará muita alegria e diversão para todos os cantos”, diz.

Veja o Edital.

Banda Növa encerra temporada do Terça Maior de 2019

Nesta terça-feira, 17, o Palácio da Música de Teresina recebe a sonoridade das guitarras com pitadas melódicas do rock inglês da banda Növa, que faz o encerramento do Terça Maior na temporada 2019. O projeto inicia às 19h30 e tem entrada franca.

 

O Terça Maior é promovido pela Prefeitura de Teresina, por meio da Fundação Monsenhor Chaves, e tem como objetivo a produção e criação musical piauiense, proporcionando a aproximação de artistas e público com shows gratuitos, valorizando ainda mais a produção local. Ele acontece quinzenalmente dependendo da agenda do Palácio da Música e dos eventos promovidos pela FMC.

 

No total, foram seis artistas selecionados para as apresentações do semestre. Eles participaram de um edital que exige excelência artística do show, currículo e desenvolvimento do trabalho autoral, além de especificações técnicas.

 

Para o encerramento, a banda Növa (pronuncia-se “NÔVA) traz um repertório que passeia pela história do rock e suas vertentes. Formada em 2004, tem base na parceria entre Rubens Lerneh e João José, que na década anterior fundaram a embrionária Ravena, banda que misturava o barulho das guitarras com a melodia de canções em inglês. Fernando Castelo Branco e André Nascimento, respectivamente baixo e bateria, completaram a primeira formação, que acabou por gravar uma demo, cuja faixa “Surfhoney” acabou por figurar de forma despretensiosa em uma coletânea do selo potiguar Solaris Records.

 

A partir daí, a Növa fez parte de eventos dentro e fora de Teresina, como Grito Rock São Luiz, Rock Cordel (Teresina e Fortaleza), Teresina é Pop, Mar.The Festival, além do circuito de casas noturnas da capital piauiense. A banda tem quatro trabalhos lançados em formato virtual e gratuito: uma “demo” de ensaio, de agosto de 2004; um EP intitulado Al Dente, produzido por André Melo (Jardim Elétrico) em 2008 e posteriormente um SMD autointitulado, de 2013.

 

Em setembro de 2018, Növa lançou seu mais novo trabalho, o EP Keep The Tracks, com quatro faixas inéditas, fiéis em apostar na crueza das guitarras aliada a melodias marcantes e uma alternância entre calmaria (melodia) e saturação (distorção) principalmente nos refrãos.

 

Abrindo o trabalho, “Whisper” e seu tom confessional e falsamente intimista embalado em um arranjo de cordas, a cargo de Lucas Coimbra, unindo o erudito ao barulho das guitarras. “Eternally Coming” traz tons mais melodiosos, reduzindo distorção e feedback em favor de destacar uma melodia que se aloja facilmente ao ouvido. A volta da pegada “high-low” que foi marca registrada das bandas “guitar” nos anos 1990 torna em “Like Lemonheads”, um título que homenageia uma das influências declaradas do quarteto, o trio de Boston liderado por Evan Dando. O clima 1990 se instala de vez com “Backdrop Portraits”, uma faixa bem direta e que explora o trabalho das guitarras numa tabela certeira com uma melodia marcante.

Carnaval 2020: Fundação Monsenhor Chaves abre edital para majestades na próxima segunda-feira (16)

A partir da próxima segunda-feira (16), a Prefeitura de Teresina através da Fundação Municipal de Cultura Monsenhor Chaves (FMC) abre edital para o concurso As Majestades do Carnaval Tradicional e Rainha Trans 2020. Os interessados  aos tradicionais devem se dirigir até a sede da FMC e as candidatas a trans,  devem ir até o Conselho Municipal dos Direitos da População LGBT, situado na Rua Coelho Rodrigues, Centro, edifício CENAJUS,  entre os dias 17 de dezembro até 31 de janeiro de 2020, das 08h às 13h.

Com um prazo maior para as inscrições, a ideia é ter maior controle e oportunizar os candidatos para se prepararem. “O carnaval vai acontecer mais cedo ano que vem, por conta disto e também para estarmos legalmente amparados, acreditamos que os candidatos terão um tempo para preparação, já que a procura foi grande este ano”, afirma Paulo Dantas, gerente de promoção da FMC.

No ato das inscrições, os candidatos devem apresentar cópias da Identidade, CPF, comprovante de endereço, número de celular ativo, número do PIS/PASEP ou NIT, número da conta bancária e foto promocional do candidato.

Com muito samba no pé, carisma e brilho, a escolha das majestades do carnaval de Teresina 2020 será realizada  dia 07 de fevereiro no Iate Clube de Teresina. Os escolhidos irão receber um premiação de R$ 5.000,00, além de cumprir agenda social, previamente estabelecida pela Comissão do Carnaval (COC), predito para o período pré, durante e pós carnaval.

Orquestra Escola de Teresina encerra Concertos Matinais de 2019

O ano está acabando, e com isso, os projetos do Palácio da Música de Teresina também se despedem. A última apresentação dos Concertos Matinais é neste domingo (08), com o recital dos alunos mais avançados da Orquestra Escola. A apresentação acontece às 11h da manhã, com entrada gratuita.

A Orquestra Escola é mantida pela Orquestra Sinfônica de Teresina, e oferece à população jovem possibilidades de se tornarem profissionais da área, com aulas no Palácio da Música de Teresina. Alguns dos alunos se destacaram tanto, que hoje, além de integrarem a Orquestra Sinfônica, são professores da OE. Neste concerto em especial, os alunos mais avançados e de maior destaque, estarão no palco dos Concertos Matinais.

Na Orquestra Escola são ministrados cursos de violino, viola, violoncelo e contrabaixo acústico. Ela foi criada em 2004, a partir da necessidade de uma maior quantidade de músicos aptos a ingressarem na profissional Orquestra Sinfônica de Teresina, com aulas ministradas pelos próprios músicos da OST, sendo um meio de aprendizagem tanto para as crianças, quanto para reconhecer o talento musical dos jovens.

São oferecidas vagas para participar do projeto a qualquer jovem entre 08 e 18 anos com interesse em adentrar no universo da música erudita e do instrumento clássico. As aulas para os alunos da Orquestra Escola ocorrem às quintas-feiras no turno da tarde e aos sábados pela manhã. Todo início de semestre há matrículas novas para as turmas.

A Orquestra Escola é mantida por meio da Fundação Municipal de Cultura Monsenhor Chaves (FMC) e da Prefeitura de Teresina. O Palácio da Música fica localizado no cruzamento das ruas Treze de Maio e Santa Luzia, n° 1241, centro.