Orquestra Sinfônica de Teresina realiza vasta programação no mês das crianças

Neste mês de Outubro, a Orquestra Sinfônica de Teresina preparou uma vasta programação de concertos em homenagem ao dia das crianças. Será uma semana de concertos dentro do projeto Orquestra Nas Escolas e a apresentação da obra “Pedro e o Lobo” nos Concertos Matinais do Palácio da Música de Teresina. De 21 a 24 de outubro, o projeto Orquestra Nas Escolas se apresenta em quatro escolas diferentes, para entretenimento dos alunos de cada uma.

Os alunos chegam às escolas para mais um dia de aula e acabam assistindo a uma apresentação exclusiva, enriquecendo o currículo escolar com lições sobre música erudita, aprendendo sobre os diferentes instrumentos e vendo de perto, a maior parte deles pela primeira vez, uma orquestra tocar. Dia 21 na Bright Bee, dia 22 na Escola Municipal São Sebastião, dia 23 no CETI Professor Balduíno Barbosa de Deus e dia 24 na Escola Municipal Velho Monge.

Já no dia 27, apresenta “Pedro e o Lobo” nos Concertos Matinais do Palácio da Música, com entrada aberta à população e ingressos sendo trocados por um brinquedo novo no Palácio da Música de segunda à sexta, de 8h às 18h.

O OST nas Escolas foi realizado pela primeira vez em 2014. A ideia é levar um concerto didático até as crianças, estabelecendo uma dinâmica com os alunos por meio da apresentação de um repertório que mescla música clássica, popular, infantil e de filmes, oferecendo aos estudantes a oportunidade de conhecer os instrumentos e interagir com o maestro e os músicos. A OST é mantida pela Associação dos Amigos da Orquestra Sinfônica de Teresina com a ajuda da Prefeitura de Teresina, por meio da Fundação Municipal de Cultura Monsenhor Chaves.

Encontro de Violões reúne violonistas brasileiros nesta quinta-feira (17)

Entre os dias 17, 18 e 19 de outubro, acontece um grande encontro de música instrumental com grandes violonistas do Brasil no Palácio da Música de Teresina. O evento traz nomes importantes da música instrumental brasileira como o músico do Rio Grande do Sul, Cauã Canilha, o carioca Flávio Barbeitas, Cristiano Braga de Minas Gerais e a Orquestra Perdense de Cordas Municipal de São Paulo. O evento tem início às 19h, com entrada gratuita.
Cauã, atualmente reside em Teresina onde é professor substituto de violão no curso de música da Universidade Federal do Piauí, e desenvolve atividades relacionadas à performance musical, história e literatura do instrumento e didática do violão que além de nos presentear com um recital especial, ministrará uma palestra sobre sua pesquisa de mestrado que resultou no livro “25 estudos Matteo Carcassi: Uma análise mecânica com cauã Canilha”, a palestra mostra uma proposta de metodologia de estudos iniciais potencializando no processo de aprendizagem.
A orquestra Perdoense de Cordas de São Paulo, composto por jovens e adultos também participa do encontro de violões trazendo em seu repertório a diversidade de estilos musicais, arranjados para violões com temas de filmes, games, series, clássicos do rock e música clássica em geral. A OPC teve grande repercussão nas redes sociais após o CIFRACLUB, maior site de música da América Latina ter compartilhado um vídeo do grupo tocando o tema da série “Game of Thrones” de um jeito espetacular.
O músico Flávio Barbeitas (RJ), mestre em Música pela UFRJ e Doutor em Estudos Literários pela UFMG / Università di Bologna (Itália), atua como solista e camerista em concertos e festivais pelo Brasil, além de inúmeras participações em CD’s, como o duo de violão e piano que mantém com Carla Reis resultando na gravação de obras de Radamés Gnattali, Nestor de Hollanda e Tom Jobim. Na noite do recital, o violonista Cristiano Braga de Belo Horizonte fará participação especial. Cristiano é Mestre em Música/Práticas Interpretativas/Violão na UFRGS. Fez concertos na Alemanha em 2018 e em 2019 circulou em turnê pelo Brasil, Portugal, Alemanha e França. Atualmente é Doutorando em Música pela UFMG onde desenvolve pesquisas na área de ensino de instrumento e performance.
A orquestra de violões de Teresina participa da programação do encontro de violões com uma proposta diversificada da música popular brasileira e outros clássicos. Na ocasião haverá apresentação dos violonistas solistas da orquestra: Wellington Torres, Felipe Vilarinho, Luciano Santos, Damião Bezerra e Jeferson Brito. A OVT também ministra workshop juntamente com a orquestra de Perdoense de Cordas sobre pratica de violão em grupo.  Para os que desejam participar dos workshops é necessário ligar para: (86) 99489 4900 / (86) 3215- 7848.
O encontro de violões é uma promoção da Orquestra de Violões de Teresina dentro de uma programação de atividades do Festival de Violão de Teresina com o apoio da Prefeitura de Teresina através da Fundação Municipal de Cultura Monsenhor Chaves. “O violão é o instrumento mais tocado e buscado na nossa cidade. Fazer eventos para a troca de experiências, é gratificante, principalmente pelo feedback que recebemos de tantos jovens locais”, afirma Abiel Bonfim, superintendente da FMC.
PROGRAMAÇÃO ENCONTRO DE VIOLÕES
17 DE OUTUBRO
CAUÃ CANILHA(RS)
Horário: 19:00
Local: Palácio da Música
ORQUESTRA PERDOENSE DE CORDAS(SP)
Horário: 19:30
Local: Palácio da Música
18 DE OUTUBRO
ORQUESTRA DE VIOLÕES DE TERESINA(PI)
Horário: 19:30
Local: Palácio da Música
19 DE OUTUBRO
FLÁVIO BARBEITAS(RJ) E CRISTIANO BRAGA(MG)
Horário: 20:00
Local: Palácio da Música
WORKSHOPS
PRÁTICAS DE VIOLÃO EM GRUPO COM OPCM E OVT
Data: 18 de outubro
Horário: 09:00
Local: Palácio da Música
25 ESTUDOS MATTEO CARCASSI: UMA ANÁLISE MECANICA COM CAUÃ CANILHA
Data: 19 de outubro
Horário: 16:00
Local: Palácio da Música

Concertos Matinais apresenta violonista clássico Daniel Santiago neste domingo (13)

Neste domingo (13), o piauiense Daniel Santiago, que atualmente reside em Campina Grande-PB, se apresenta nos Concertos Matinais do Palácio da Música às 11h da manhã, com entrada franca. O violonista irá apresentar composições piauienses.

 

O concerto terá peças autorais e de compositores amigos no violão clássico, além de algumas canções nacionais. Natural de Teresina-Piauí, Daniel é violonista e professor de música. Estudou violão com Erisvaldo Borges e Emmanuel Nunes, no curso técnico de Música do Instituto Federal do Piauí. Posteriormente, já na graduação, estudou com Edson Figueiredo, recebendo o título de licenciado em Música pela Universidade Federal do Piauí em 2018. Já participou de festivais de música em Brasília, Teresina, Londrina e Campina Grande, oportunidade nas quais estudou harmonia, violão, violão de sete cordas e composição com grandes nomes da música internacional, dentre os quais Ian Guest, Rogério Caetano, Marcos Pereira, Alessandro Penezzi e Mark Hayes. Como compositor e arranjador, tem escrito obras para variadas formações.

Atualmente, leciona música na rede municipal de educação de Remígio-PB e cursa o Bacharelado em Música/Composição na Universidade Federal de Campina Grande.

O projeto Concertos Matinais ocorre em quase todos os domingos do ano, sempre às 11h da manhã, com entrada franca, e tem como objetivo, levar apresentações musicais de qualidade à população, que passeiam do erudito ao popular. Seu palco é o Palácio da Música de Teresina, instituição mantida pela Prefeitura Municipal, por meio da Fundação Municipal de Cultura Monsenhor Chaves. A casa fica localizada no cruzamento das ruas Santa Luzia e Treze de Maio, N° 1241, Centro.

 

Sinfonia “Surpresa” de Haydn no Quinta Sinfônica de Outubro

O projeto Quinta Sinfônica da Orquestra Sinfônica de Teresina de outubro, apresenta nesta quinta-feira (10), a sinfonia N° 94 do austríaco Joseph Haydn, compositor que é apresentado pela segunda vez no projeto. A apresentação acontece no Palácio da Música de Teresina, às 20h, com entrada franca e regência de Hilson Costa.

Na edição de agosto, a Quinta Sinfônica trouxe a sinfonia N° 104 de Haydn. Sua música possui muitas brincadeiras, e nesta sinfonia N° 94 em especial, conhecida como “Surprise” (surpresa, em inglês), contém provavelmente a mais famosa de todas: um acorde fortíssimo repentino ao final do tema de piano de abertura, voltando em seguida à dinâmica calma original, como se nada tivesse acontecido. Haydn era considerado, junto a Mozart e Beethoven, como a “Trindade Vienense”.

A “Quinta Sinfônica” consiste em concertos totalmente eruditos às segundas quintas-feiras de cada mês, no Palácio da Música, sempre às 20h, com entrada gratuita.

A OST é mantida pela Associação dos Amigos da Orquestra Sinfônica de Teresina com a ajuda da Prefeitura de Teresina, por meio da Fundação Municipal de Cultura Monsenhor Chaves. Desde a sua criação, em 1993, a Orquestra se propõe a dar um tratamento sinfônico à música popular brasileira, tendo a primazia de transpor as melodias de grandes compositores populares, para a grandiosidade do som sinfônico, com a finalidade de desenvolver um trabalho artístico-educacional, promovendo apresentações em teatros, colégios e praças.

Bonecarte: teatro de bonecos chega para encantar o coração dos teresinenses

Para aqueles que dizem que o teatro de bonecos é uma diversão somente para a criançada, essa afirmação está completamente errada. Há muito tempo essa expressão artística conquistou os corações de pessoas de todas as idades, uma realidade que é visível aqui mesmo em Teresina. Pensando nisso, o Bonecarte (Mostra de Teatro de Bonecos de Teresina) chega com uma programação imperdível. Com entrada gratuita, acontece nos dias 9, 10  e 11 de outubro, a partir das 18h30, no Teresina Shopping.
O Bonecarte é realizado pela Prefeitura de Teresina, por meio da Fundação Municipal de Cultura Monsenhor Chaves (FMC) e visa difundir essa vertente artística como importante parte da cultura popular piauiense e brasileira, oferecendo a população de Teresina o acesso ao teatro e suas mais diferentes formas de manifestação.
Para Kaio Vieira, coordenador de teatro da FMC, o evento está sendo aguardado com bastante expectativa por ser uma manifestação de resistência da arte popular. “Esperamos que seja um grande encontro, pois a mostra de Teatro de Bonecos já é consagrado na cidade, só que agora ganhou uma marca, um nome, que é o Bonecarte. Além do mais, este ano o evento ganhou uma maior dimensão pois acontece em um espaço popularmente frequentado pelos teresinenses”, conta.
A 9ª edição da Mostra de Teatro de Bonecos de Teresina (Bonecarte) promete trazer para o público o espetáculo que somente o teatro pode proporcionar, com bonecos gigantes, mamulengo, fantoches, entre outros. Essa manifestação artística e milenar instiga a criatividade por meio de atividades lúdicas e poéticas.
“Ao longo dos anos, temos visto a dificuldade que é manter a arte popular, mas a Prefeitura, juntamente da FMC, tem conseguido dar suporte, fomentando a cultura popular e ajudando na manutenção dela em Teresina”, diz Kaio.
Programação:
– Dia 09 de Outubro às 18h30 no Teresina Shopping
Apresentadores: Grupo Vagão
Desfile com bonecos gigantes – Cia do Riso – The – PI
O Cavalo das Águas – Cia Calunga – The – PI
Caixa de Chocolate – Cia Isaque – The – PI
Odete a Vedete – Só Olhar Teatro de Lambe Lambe – The – PI
– Dia 10 de Outubro às 18h30 no Teresina Shopping
Apresentadores: Grupo Vagão
O Casamento do Zé Pretim – Cia Mamularte – The – PI
O Sapo Encantado – Cia Riso – The – PI
Odete a Vedete – Só Olhar Teatro de Lambe Lambe – The – PI
– Dia 11 de Outubro às 18h30 no Teresina Shopping
Apresentadores: Grupo Vagão
Desfile com bonecos gigantes – Cia do Riso – The – PI
Encantarias de Cassimiro – Cia Ricardo Moreira – Teresina – PI
As Aventuras de Jeca Valentão – Grupo Biboca – The – PI
Odete a Vedete – Só Olhar Teatro de Lambe Lambe – The – PI

Sinfonia nos bairros marca presença na Ponte Estaiada neste domingo (06)

O complexo turístico da Ponte Estaiada de Teresina tem se firmado como um grande polo cultural e de entretenimento, atraindo a presença dos cidadãos em busca de programações de alto nível. Portanto, o local não poderia passar despercebido pelo projeto Sinfonia nos Bairros, da Orquestra Sinfônica de Teresina, que se apresenta no local neste domingo (06), às 17h30, gratuitamente à população.
A Ponte Estaiada Mestre João Isidoro França foi projetada para as comemorações dos 150 anos de Teresina, inaugurada em março de 2010, e hoje é um dos mais importantes pontos turísticos da capital, facilitando o deslocamento entre as regiões central e leste da cidade, sobre o Rio Poti. Seu nome foi em homenagem ao primeiro mestre de obras de Teresina, João Isidoro França, que em 1848, foi fundamental para a criação da Vila Nova do Poti, primeiro nome de Teresina.
Desde 2011, a Orquestra Sinfônica de Teresina se propõe a levar a música erudita ao povo onde ele está, de forma gratuita, se apresentando na zona rural ou urbana da cidade, como parte das atividades educativo-culturais que realiza. O objetivo do projeto é proporcionar a um público de todas as idades, a apreciação da música clássica. Dessa forma, o repertório dos concertos é elaborado de forma a mostrar às pessoas um pouco da música de grandes compositores eruditos, como Mozart e Beethoven, mas é mesclado com arranjos especiais de canções populares e hinos religiosos.
A OST é mantida pela Associação dos Amigos da Orquestra Sinfônica de Teresina com a ajuda da Prefeitura de Teresina, por meio da Fundação Municipal de Cultura Monsenhor Chaves. Desde a sua criação, em 1993, a Orquestra se propõe a dar um tratamento sinfônico à música popular brasileira, tendo a primazia de transpor as melodias de grandes compositores populares para a grandiosidade do som sinfônico, com a finalidade de desenvolver um trabalho artístico-educacional, promovendo apresentações em teatros, colégios e praças.

Sanfônica Seu Dominguinhos traz convidados especiais no mês das crianças

Neste domingo (06), a Orquestra Sanfônica Seu Dominguinhos abre a programação dos Concertos Matinais no mês mais pueril do ano. E para homenagear as crianças, contará com as participações super divertidas do palhação Bino Carambolo, do Grupo Vagão e da jovem Analy.

Bino Carambolo é um personagem voltado para o público infantil, com habilidades principalmente musicais e humorísticas. Atuando desde 2013, traz na bagagem, inúmeros trabalhos realizados em teatros, clubes de festa, escolas, shoppings, faculdades e universidades por diversas cidades nos estados do Piauí, Maranhão e Pernambuco, com destaque para o “Criança Feliz”, realizado pela emissora TV Clube. Lançou em 2014, em parceria com o palhaço Tio Biscoly, um CD infantil intitulado “Ludicidade”, com doze faixas autorais e adaptações que resgatam algumas brincadeiras de roda. No seu repertório, predominam em grandes shows, canções da Turma do Balão Mágico, Trem da Alegria, Xuxa e outros do universo infantil.

O grupo Vagão nasceu no Rio de Janeiro em março de 2016, sendo composto por Jimmy Charles, Lucas Emanuel e Sandy Santana. O nome do grupo foi pelo principal local de suas apresentações iniciais: dentro dos vagões dos trens. O criador do grupo, Jimmy, é piauiense e se formou com os colegas, resolvendo logo executar seu projeto social chamado “Palhaçaria”, no qual viaja por todos os estados do país fazendo oficinas e apresentações. Já a terceira participação da manhã, é da pequena Analy, de apenas 10 anos, que estuda acordeon na Escola Dona Gal desde os 09.

O projeto Concertos Matinais ocorre em quase todos os domingos do ano, sempre às 11h da manhã, com entrada franca, e tem como objetivo, levar apresentações musicais de qualidade à população, que passeiam do erudito ao popular. Seu palco é o Palácio da Música de Teresina, instituição mantida pela Prefeitura Municipal, por meio da Fundação Municipal de Cultura Monsenhor Chaves. A casa fica localizada no cruzamento das ruas Santa Luzia e Treze de Maio, N° 1241, Centro, local onde funcionou o antigo Mercado do Cajueiro.

Professor de projeto de violões, Wellington Torres lança seu primeiro álbum solo

O violão é um instrumento que sempre mexeu com os corações dos piauienses, tornando o estado uma referência de grandes nomes das cordas. Um exemplo é Wellington Torres, um dos mais talentosos musicistas do estado, que está lançando seu primeiro álbum solo “A Voz do Violão”. Com proposta intimista, o projeto homenageia artistas do estado em uma releitura das canções.

 

Contendo 11 faixas, o disco faz um apanhado da produção violonística do Piauí trazendo composições de grandes nomes desse cenário. “Um CD deixa registrado todo um trabalho de um artista e poder realizar isso é indescritível. Me sinto muito feliz em poder compartilhar com as pessoas o meu trabalho. É um novo passo na minha carreira profissional”, conta Wellington.

 

Considerado um dos maiores violonistas do Piauí, Wellington Torres atua como arranjador, professor e produtor musical. Ele já trabalhou com a Orquestra Sinfônica de Teresina e em vários grupos como, por exemplo, Ensaio Vocal, Ockteto, Caravana Três e Quarteto BMW2. Atualmente, é um dos professores do projeto Violão Nas Escolas, da Prefeitura de Teresina por meio da Fundação Monsenhor Chaves.

 

Para Paulo Dantas, gerente de promoção cultural da Fundação Municipal de Cultura Monsenhor Chaves (FMC) e participante do processo criativo do disco, trabalhar com Wellington foi uma experiência enriquecedora. “Fiquei muito satisfeito com o resultado. Agora, depois de lançado, a expectativa é que o ele tenha êxito e que possa rodar Brasil afora com esse trabalho”, conta.

 

Em agosto deste ano, o álbum foi lançado em sua versão física durante o III Festival Nacional de Violão de Teresina. “Tocar no mesmo festival com grandes nomes do cenário violonístico do Brasil e do mundo é sempre uma alegria porque podemos vivenciar e compartilhar toda a experiência desses grandes artistas e participar com um lançamento de um trabalho meu é mais especial ainda. Me sinto muito feliz e privilegiado”, diz Wellington.

 

A 3ª edição do Festival de Violão de Teresina foi promovido pela Fundação de Apoio Cultural do Piauí e contou com apoio da Prefeitura de Teresina, por meio da FMC e do Grupo Carvalho. O evento é considerado um dos mais importantes do país e desde 2017 reúne estudantes, professores, compositores e grandes instrumentistas por uma paixão: o violão.

 

O álbum “A Voz do Violão” já está disponível em todas as plataformas digitais.

Sinfônica de Teresina fecha Concertos Matinais de setembro neste domingo (29)

Em todo último domingo do mês, a Orquestra Sinfônica de Teresina é aguardada pela plateia do projeto Concertos Matinais do Palácio da Música! Neste domingo (29), não será diferente, com apresentação gratuita às 11h da manhã.

 

A participação da Orquestra Sinfônica de Teresina em todo último domingo do mês nos Concertos Matinais é uma forma de proporcionar concertos garantidos para que o público consiga se programar para acompanhá-la, assim como o Quinta Sinfônica, que ocorre em toda segunda quinta-feira do mês.

 

A OST é mantida pela Associação dos Amigos da Orquestra Sinfônica de Teresina com a ajuda da Prefeitura de Teresina, por meio da Fundação Municipal de Cultura Monsenhor Chaves. Desde a sua criação, em 1993, a Orquestra se propõe a dar um tratamento sinfônico à música popular brasileira, tendo a primazia de transpor as melodias de grandes compositores populares para a grandiosidade do som sinfônico, com a finalidade de desenvolver um trabalho artístico-educacional, promovendo apresentações em teatros, colégios e praças.

 

O projeto Concertos Matinais ocorre em quase todos os domingos do ano, sempre às 11h da manhã, com entrada franca, e tem como objetivo, levar apresentações musicais de qualidade à população, que passeiam do erudito ao popular. Seu palco é o Palácio da Música de Teresina, instituição mantida pela Prefeitura Municipal, por meio da Fundação Municipal de Cultura Monsenhor Chaves. A casa fica localizada no cruzamento das ruas Santa Luzia e Treze de Maio, N° 1241, Centro, local onde funcionou o antigo Mercado do Cajueiro.

22º Festival de Dança de Teresina começa nesta quinta-feira (19)

Nesta quinta-feira (19), inicia um dos mais importantes eventos da capital, o Festival de Dança de Teresina. Durante quatro dias a cidade sediará o maior encontro de bailarinos e coreógrafos da região, oferecendo oficinas e palestras com grandes profissionais da área.

Em sua 22ª edição, o festival tem como intuito apresentar os jovens talentos para a sociedade, bem como permitir um contato com renomados bailarinos do país, servindo como um espaço de visibilidade para dançarinos em ascensão na arte.

O evento, promovido pela Prefeitura de Teresina por meio da Fundação Municipal de Cultura Monsenhor Chaves (FMC), é referência no cenário artístico do país. Para Casius Clay, coordenador de dança da FMC, o festival é uma importante vitrine aos artistas da dança.

“Com o encontro de bailarinos e coreógrafos, temos a oportunidade de sermos vistos por jurados renomados que, ao final do evento, proporcionam bolsas de estudos em escolas dentro e fora do país“, conta Casius. Nesta edição, o evento conta com mais de 400 coreografias de 72 grupos dos mais diversos cantos do país que brilharão no palco do Theatro 4 de Setembro. OFICINAS Além das apresentações dos grupos, o festival oferece palestras e cursos de Jazz e iniciação de sapateado americano com Erick Gutierrez; Clássico intermediário com André Malosá e Contemporâneo com Matheus Brusa, que oferecerá palestra de composição coreográfica. As aulas acontecem a partir das 9h na Escola Estadual de Dança Lenir Argento e terão a duração de uma hora e trinta minutos, com limite de 40 alunos por classe. As taxas são de R$ 50 para um curso e R$ 80 para dois.